Ruraltins e Agência de Fomento visam parcerias em projetos de piscicultura para produtores rurais

Grupos de produtores nos principais polos das regiões central, sul e norte do Estado, serão vocacionados para a criação da tilápia

 

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e a Agência de Fomento do Tocantins viabilizam parcerias com o objetivo de desenvolver a cadeia da piscicultura nas pequenas propriedades rurais. O assunto foi tema de reunião, ocorrida nesta quarta-feira, 21, na sede do Ruraltins, em Palmas, entre o presidente Thiago Dourado  e  a presidente da Agência de Fomento, Denise Rocha Domingues.

De acordo com a gestora da Fomento, o Governo do Estado, por meio da Agência, irá disponibilizar recursos na ordem de R$ 10 milhões para serem investidos em projetos de pisciculturas nas pequenas propriedades rurais. “Estamos iniciando o processo e alinhando as informações junto ao Ruraltins. A proposta é que os técnicos sejam facilitadores e apoiem os produtores nas orientações e assistência técnica necessárias, em relação aos projetos de viabilidade econômica”, informou.

O presidente do Ruraltins, Thiago Dourado, destaca que a ideia é vocacionar grupos de produtores, nos principais polos das regiões central, sul e norte do Estado, para a criação da tilápia, no sentido de atender a demanda do mercado consumidor. “O Ruraltins vai trabalhar no processo seletivo desses produtores, promover assistência técnica, a elaboração de projetos, em conjunto com a Agência de Fomento, para que o acesso ao crédito seja disponibilizado e também que o beneficiamento seja vinculado a esse grupo de produtores”, disse o presidente.

Ruraltins e Agência de Fomento viabilizam parcerias para incentivar o cultivo da tilápia  nas pequenas propriedades rurais

Para o diretor de empreendedorismo rural, Danilo Azevedo, a parceira é muito importante e vai fortalecer o setor de piscicultura. “O Tocantins já conta com um laboratório de  alevinos de tilápia com melhoria genética, em Brejinho de Nazaré, por meio da empresa Aquabel. Essa iniciativa da Agência de Fomento chega para incentivar muito a cadeia da tilápia na cultura do Estado”, pontua.

Segundo o diretor de assistência técnica e extensão rural, do Ruraltins, Kin Gomides, dentro da nova politica de atendimento vocacionado, o órgão vai selecionar em torno de 20 famílias que estejam alinhadas a vocação da tilapicultura, em três polos de produção. “Vamos fomentar toda a estrutura de assistência técnica e suporte, além de gerenciar essas propriedades rurais, fazendo com que o piscicultor se torne competitivo no mercado e consiga gerar bons resultados”, frisou.

Perfil da Piscicultura

De acordo com dados do Censo da Piscicultura realizado pelo Ruraltins, em 2018, o setor no Tocantins produz 14.328 toneladas de pescado por ano, com 1.099 produtores atualmente em atividade. O estudo mostrou ainda que a cadeia produtiva está presente em 117 municípios do estado, tendo como maior produtor de peixes o município de Almas, com 8,3 mil toneladas/ano, seguido por Dianópolis, 1,1 mil toneladas, e Porto Nacional com 1,08 mil toneladas/ano. O setor movimentou R$ 92,8 milhões no ano de 2017, ocupando uma área de 2.717 hectares de lâmina d’água.

FAÇA SEU COMENTÁRIO