Amastha oficializa oposição do PSB a Cinthia Ribeiro e Mauro Carlesse

Amastha disse que Palmas "era exemplo em muitas áreas" e que seu legado foi esquecido pela atual gestão

Durante a apresentação do novo diretório estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB) o ex-prefeito de Palmas e presidente do partido Carlos Amastha teceu duras críticas contra o Governo do Estado e contra a Prefeitura de Palmas, que atualmente é comandado por sua então vice-prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB).

Segundo o dirigente, que também é vice-presidente nacional do partido disse que nada está sendo feito pelo governo estadual para aproveitar as potencialidades do Tocantins. "Do que adianta tanto potencial e não fazer nada, deixando a população à míngua. Nada tem sido feito para melhorar a realidade do povo tocantinense", disse ele, que ressaltou ainda que o partido permanece sendo oposição ao Palácio Araguaia.

Amastha disse que a administração de Cinthia está sem rumo e que quando ele era prefeito a cidade era exemplo nas áreas de dducação, esportes, juventude e qualidade de vida. "O meu legado não está sendo aproveitado, pois muitos projetos excelentes que deixamos não tiveram continuidade", lamentou Amastha, que também ressaltou que o partido é oposição a administração de Cinthia Ribeiro.

Diretoria

Além de Amastha presidente regional, o partido tem ainda o deputado estadual Ricardo Ayres como vice-presidente e o vereador de Palmas Thiago Andrino como secretário-geral.

FAÇA SEU COMENTÁRIO