PALMAS

SAÚDE

HGP promove campanha em alusão ao Dia Mundial de Prevenção de Lesão por Pressão

Publicado em

SAÚDE


O Núcleo de Segurança do Paciente do Hospital Geral de Palmas (HGP) juntamente com o Serviço de Enfermagem Especializado em Prevenção e Tratamento de Lesões de Pele (SEEPT), realizam campanha de divulgação em alusão ao Dia Mundial de Prevenção de Lesões por Pressão, que tem o objetivo de conscientizar sobre o compromisso com a prevenção e educar sobre as boas práticas baseadas em evidências. A ação ocorreu nesta terça-feira 23, nos setores do HGP no período matutino e noturno com informações e sorteio de brindes para os profissionais e dia 26, às 17 horas, na Praia da Graciosa, com entrega de folders informativos e entrega de brindes.

A coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente do HGP, Giselle Pinheiro, explica que a lesão por pressão é conhecida por um dano localizado na pele e nos tecidos subjacentes, geralmente próximas a uma proeminência óssea ou relacionado a um dispositivo médico. “É resultado de intensa pressão por um tempo prolongado ou pressão em combinação com cisalhamento. A tolerância dos tecidos para pressão e cisalhamento podem ser afetadas por microclima, nutrição, perfusão, comorbidades e condição do tecido, de acordo com as organizações que estudam sobre a temática.”

Leia Também:  Prefeitura abre agendamento para castração de cães e gatos

As enfermeiras Morgana Miridan, Valéria Braga, Suely Alves e Cristiane Saldanha, que fazem parte do SEEPT, desenvolvem ações anualmente de educação permanente aos profissionais de saúde, pacientes e cuidadores.

“A redução a lesão por pressão no ambiente hospitalar é uma das seis metas internacionais de Segurança do Paciente da OMS. A medida foi tomada em razão da alta incidência de complicação relacionada a esse tipo de lesão no mundo, que pode ser evitada com medidas simples, mas que ainda é um problema de saúde pública,” ressaltou a enfermeira Morgana Miridan.

Segundo o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo, a segurança do paciente tem um papel de suma importância quando se fala em cuidado e assistência segura ao paciente. “Essa ação e importante para prevenção desse evento adverso na nossa Unidade, minimizando os riscos e danos aos pacientes.”

Lesão por pressão já foi chamada de escara, úlcera de decúbito e úlcera de pressão, depois úlcera por pressão – Ellayne Czuryto/Governo do Tocantins

Leia Também:  Conselho Estadual de Saúde realiza eleição da mesa diretora para triênio 2021-2024

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Mais de 52 mil doses de imunizantes da Pfizer chegam ao Tocantins

Publicados

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebe na manhã desta sexta-feira, 26, em Palmas, 52.650 doses de imunizantes da Pfizer. As vacinas serão utilizadas na aplicação de D2 e dose de reforço para público acima de 18 anos.

A gerente de imunização da SES, Diandra Sena, explica que “os imunizantes recebidos serão conferidos minuciosamente para que na próxima semana já estejam disponíveis para retirada pelas secretarias municipais de saúde”, afirma a responsável técnica.

Imunização

Desde o início do ano, o Tocantins já recebeu 2.506.575 doses de imunizantes contra à covid-19, destas, a SES já distribuiu 2.444.229. E as secretarias municipais de saúde já aplicaram 1.895.786.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeitura capacita sobre dengue, zika e chikungunya
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA