PALMAS

AGRONEGÓCIO

Agrotins 2021 vai ter shows com Leo Magalhães e Guilherme e Santiago

A feira que esse ano será novamente 100% virtual também vai ter leilão e palestras.

Publicado em

A Agrotins 2021 100% virtual inicia nesta terça-feira, 15 e vai até a próxima sexta-feira, 18, com vasta programação de negócios, palestras e eventos. Confira a programação completa aqui. (continua abaixo)

Este ano, além do ambiente de negócios e palestras haverão ‘lives culturais’ shows com a dupla sertaneja Guilherme e Santiago na quarta-feira e com o cantor Leo Magalhães na sexta-feira, sempre precedidos de artistas regionais, a partir do Palacinho, em Palmas. Segundo o secretário da Comunicação, Élcio Mendes, as lives culturais vão começar entre 19h30 e 20h. “É uma novidade que trouxemos este ano para o público que vai aproveitar de casa os shows realizados com a cara e o cenário do Tocantins”, afirmou.

Guilherme e Santiago vão animar a noite de quarta-feira direto do Palacinho, em Palmas

Na quinta-feira a novidade é um leilão da empresa Agrogen, transmitido também pelo Canal Rural.

Segundo o secretário estadual da Agricultura, Jaime Café, a expectativa para está menos centrada na prospecção de negócios e mais na transferência de tecnologias através da troca de experiências. “Devido ao mercado de agronegócios extremamente aquecido, a maioria dos agricultores que queriam adquirir maquinário já o fez tanto comprando à vista como através de financiamento bancário. Desta forma, quem quiser comprar uma máquina agrícola hoje pode ter que esperar até seis meses para que ela chegue. Por isso nós estamos investindo muito em cursos, palestras e workshops que permitam a troca de experiência e o aumento da produtividades rural”, afirmou.

Leia Também:  Governo do Tocantins realiza chamada pública para o Programa de Crédito Fundiário

O cantor Léo Magalhães vai encerrar a última noite do evento com muita música, também direto de Palmas

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

AGRONEGÓCIO

Agropecuaristas e parceiros destacam importância da Rota da Pecuária para os produtores rurais tocantinenses

Published

on

Na quinta parada da Rota da Pecuária, na tarde dessa quinta-feira, 30, na Fazenda Boa Fortuna, localizada no município de Pium, agropecuaristas e parceiros destacaram a importância da Rota da Pecuária para o desenvolvimento da pecuária tocantinense. A fazenda abate anualmente 20 mil cabeças de gado, que são criados no sistema ciclo completo (cria, recria e engorda), e exporta 100% da carne para a China, empregando 90 funcionários.

Para o coordenador de agronegócio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), José Daniel Tavares, a Rota da Pecuária é uma iniciativa louvável do Governo do Tocantins para o incentivo à pecuária tocantinense. “Isso possibilita ao produtor agregar e aumentar a produtividade no agronegócio. O Sebrae é parceiro da Secretaria da Agricultura no programa Mais Genética, levando novas tecnologias para o produtor, visando à alta produção no campo”, destacou.

Para o diretor da Fazenda Boa Fortuna, Ronaldo Rabelo, que trabalha na fazenda deste o início da implantação das tecnologias, a chegada do pivô e o confinamento possibilitaram triplicar a capacidade de produção da fazenda. “E a Rota da Pecuária vem fortalecer ainda mais, mostrando e apresentando novas tecnologias para o incremento da agropecuária”, ressaltou.

Leia Também:  Governador recebe superintendente federal da agricultura

De acordo com a coordenadora comercial da empresa Frísia, Erica Lima, essa é uma ação que mostra, na prática, a realidade que temos de tecnologia e inovação. “É muito importante o produtor estar inserido nesta iniciativa. E a Frísia não poderia estar de fora, estamos consolidados e, em breve, investiremos na pecuária de corte”, afirmou.

A agropecuarista da região do Bico do Papagaio, Maria Vilela, uma das pecuaristas que acompanham as atividades de campo, explicou: “Vim participar deste projeto pecuarista muito importante. Aqui, estamos vendo tecnologia simples e avançadas, ou seja, descobrindo uma nova pecuária aqui no Tocantins”, detalhou.

Já a proprietária das fazendas Trevo, Inara Mota Machado, que utiliza o sistema de produção Integração Lavoura Pecuária (ILP), “essa ação da Secretaria da Agricultura, de incentivar aos produtores, motiva ainda mais a buscar a inovação tecnológica e a estruturação da fazenda para aumentar a produtividade no campo”. 

Fonte: Agro – GOV TO

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA