PALMAS

CIDADES

Saúde capacita municípios interessados em oferecer tratamento contra o tabagismo

Profissionais de saúde de Guaraí, Araguaçu e Palmas participaram da capacitação da rede SUS, com intuito de implantar o programa nas unidades de saúde destes municípios.

Publicado em

A Secretaria de Estado da Saúde, através da Gerência da Rede de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer, está ampliando o número de municípios habilitados para ofertar o tratamento contra o tabagismo. Para isso, profissionais de saúde de Guaraí, Araguaçu e Palmas participaram da Capacitação para Controle do Tabagismo e Tratamento do Fumante na Rede SUS, com intuito de implantar o programa nas unidades de saúde destes municípios. A capacitação é a primeira etapa do processo de habilitação da oferta do tratamento do tabagismo. A próxima é a elaboração de um plano de ação pelos municípios sob orientação dos técnicos do Estado. Somente então, os municípios estarão habilitados a oferecer o serviço.

 

Atualmente estão em funcionamento ambulatórios de tratamento em Aparecida do Rio Negro, Araguaína, Araguanã, Bernardo Sayão, Chapada de Areia, Divinópolis, Gurupi, Miracema do Tocantins, Miranorte, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional, Peixe, Pugmil, Santa Tereza do Tocantins, Silvanópolis, Taguatinga, Tocantínia, Wanderlândia e Xambioá. Apesar de já ter ofertado o tratamento anteriormente, em razão da reestruturação de seus serviços, o município Palmas iniciou o processo de habilitação para retorno das atividades em suas unidades de Saúde.

 

Andrea Cristina Alves, da Área Técnica Estadual do Tabagismo, explicou que as capacitações acontecem para atender a demanda dos municípios que manifestam interesse em implantar o serviço. Segundo ela, na capacitação são apresentados aos técnicos uma imersão na área do controle do tabagismo e tratamento do fumante, com abrangência multidisciplinar, abordando os efeitos à saúde, ao meio ambiente e econômico a partir do uso do tabaco, indo até o entendimento dos sistemas de vigilância do tabagismo na população.

Leia Também:  Provas do concurso da Câmara de Palmas serão realizadas neste domingo, dia 1º

 

A capacitação também abordou conceitos básicos das políticas de controle do tabagismo, apresentando as principais estratégias de abordagem do tema, através de medidas administrativas, educativas, legislativas, econômicas, reguladoras e de promoção da saúde, incluindo os processos de gerenciamento, comunicação, regulação, tratamento, influência da mídia e experiências de diversificação da cultura do tabaco. “O Instituto Nacional do Câncer (Inca) e o Ministério da Saúde gerenciam juntos o Programa Nacional de Controle do Tabagismo, sendo que uma das orientações para a adesão é que os municípios disponibilizem profissionais de nível superior para coordenar o programa na unidade e que possam contar com o profissional médico para realização da avaliação clínica e prescrição da medicação para os casos necessários”, completou Andrea.

 

Tratamento

Ainda de acordo com a técnica, o tratamento contra o tabagismo varia para cada paciente, assim como a necessidade da prescrição de medicamento. “O tratamento medicamentoso dura três meses geralmente, já o acompanhamento dos pacientes pela equipe de saúde pode durar até 12 meses. Nesse acompanhamento, eles participam de grupos de abordagem cognitivo-comportamental. A realização das sessões de grupo é de fundamental importância para o bom desempenho do programa e para que o tabagista realmente deixe de fumar. O medicamento é um apoio e não é indicado para todos os pacientes”, completou Andrea.

Leia Também:  Joaquim Maia cobra laudo da ponte de Porto Nacional

 

Além da avaliação clínica feita por médico e enfermeiro da Unidade de Saúde, um dos recursos utilizados é a aplicação do teste de Fagerström. “Esse teste auxilia o profissional de saúde a identificar o grau de dependência do tabagista”, detalhou a técnica.

 

Programa

O tabaco é um fator importante no desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, como câncer, doenças pulmonares e cardiovasculares. De acordo com o Ministério da Saúde, doenças geradas pelo tabagismo ainda acarretam em aproximadamente 200 mil mortes por ano no Brasil.

 

A capacitação faz parte do cronograma de atividades da Secretaria de Estado da Saúde para supervisão e assessoramento dos municípios tocantinenses para implantação e implementação do Programa do Controle do Tabagismo, que no próximo dia 29 comemora o Dia Nacional de Controle de Tabagismo. “A nossa proposta é promover melhores condições de saúde para a população, que as pessoas fumantes consigam se livrar do vício e evitar doenças associadas ao uso do tabaco. Entendemos que esta é uma forma estratégica de promover saúde”, completou Andrea.

 

A capacitação ocorreu na última quinta-feira e sexta-feira, 11 e 12, no Instituto Vinte de Maio, na Capital

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

CIDADES

Fanta Maracujá volta ao mercado brasileiro e lança plataforma “Mais Mix, Mais Diversão”

Published

on

Com o lançamento de Fanta Maracujá, a marca está expandindo seu portfólio e convidando os consumidores a combinarem Fanta com seu lanche favorito 

Desde 2021, Fanta vem se posicionando como um antídoto contra o ´cinza´ do mundo com a campanha “Colorful People”, que celebra os jovens de espírito que querem evocar o lado colorido da vida. Fanta convida as pessoas a se divertirem e apreciarem um momento de indulgência em suas rotinas, criando experiências mais coloridas e cheias de sabor. No Brasil, a marca acaba de lançar o sabor regular Maracujá, inovando e aumentando o portfólio de sabores existentes: Laranja, Uva e Guaraná.

O sabor Maracujá já foi testado no mercado brasileiro em 2012 na edição limitada e, agora, volta como opção regular de Fanta para os consumidores da marca inquietos por novidades. Uma pesquisa realizada pela marca no Brasil, mostrou que o maracujá era o próximo sabor mais desejado do refrigerante no país. Fanta Maracujá já está disponível nos mercados de todo o Brasil em embalagens mini (200ml/220ml ou 250ml), lata 310ml ou 350ml e PET de 2L.

Além disso, para reforçar esse compromisso com o novo e com os anseios dos consumidores, a marca também lançou a plataforma “Mais mix, mais diversão”, que estimula o consumidor a combinar seu sabor da Fanta favorito com lanches, momentos e paixões.

O conceito da nova plataforma “Mais mix, mais diversão” integra consumidores e criadores com o novo mundo indulgente da marca, com bom humor, que quebra a seriedade do dia a dia e oferece momentos leves e coloridos através de lanches deliciosos – pequenos momentos de pausa para se recompensar. A ideia é inspirar a descoberta de novas combinações. Os seus lanches favoritos e seu sabor de Fanta favorito, podem oferecer uma combinação especial, tornando tudo mais divertido, e é claro, saboroso. E pode ser combinado até com uma enorme paixão e suas rotinas ou um grande momento especial. O convite é para criar sabores com seus lanches favoritos, então desta forma, eles podem experimentar criar seus próprios sabores de Fanta combinados. Para essa divulgação, a marca contou com Nosferotika e Ary Fontoura falando um pouco dos snacks preferidos com Fanta.

Leia Também:  Boletim coronavírus (Covid-19): Laboratório privado confirma 14° caso em Palmas

“Identificamos que os consumidores querem trazer mais cor, diversidade e diversão para seus dias. Por isso, quisemos fazer da Fanta a parceira perfeita para suas necessidades e tornar-se uma alternativa divertida para misturar e trazer cor aos seus lanches diários. Estamos lançando novos sabores em toda a América Latina, como o Maracujá no Brasil, com base nas preferências dos consumidores de cada mercado. Esta novidade pretende motivar as pessoas a despertarem seu “espírito jovem” para lutar contra o tédio no mundo, para trazer humor e tornar a vida mais divertida e colorida, como nossa campanha “Mais mix, mais diversão” diz Javier Meza, VP de Marketing da Coca-Cola América Latina.  

Todas estas ativações e lançamentos de novos sabores fazem parte da expansão estratégica da marca pela América Latina, convidando o público a fazer parte do processo de criação e diversão, fazendo combinações e encontrando seu jeito favorito próprio de consumir Fanta.

Sobre a Coca-Cola Bandeirantes

A Coca-Cola Bandeirantes é uma empresa do segmento de bebidas do Grupo José Alves que atua nos estados de Goiás e Tocantins há mais de 35 anos. Fundada em 1987, emprega mais de 2.700 colaboradores diretos e 5.000 indiretos. A empresa possui um centro produtor situado no município de Trindade, em Goiás, com nove centros de distribuição nas cidades de Palmas, Gurupi, Itumbiara, Uruaçu, Anápolis, Dianópolis, Rialma, Porangatu, Morrinhos e três Crossdocking nas cidades de São Luís de Montes Belos, Rio Verde e Aparecida de Goiânia. Atende diretamente 228 cidades e mais de 33.400 pontos de vendas.

Leia Também:  Fenepalmas 2017 será lançada nesta 5ª na capital

Produz, distribui e vende de forma exclusiva em sua área de atendimento, os refrigerantes da Coca-Cola Brasil, além do suco Del Valle Frut. Distribui e vende de forma exclusiva para sua área de atendimento, as cervejas da Heineken Brasil, as Cervejas do Grupo Cervejeiro Hijos de Rivera com a marca Estrella Galícia, os sucos, chás, energéticos, isotônicos, hidrotônicos e Bebidas a base de Soja (Ades) da Coca-Cola Brasil e as águas minerais da Crystal Acqua Lia. Realiza também a distribuição das marcas Monster Company, com o energético Monster e a bebida de alta performance Reign.

Como a sustentabilidade é um compromisso da empresa, ela investe fortemente em projetos socioambientais, como o Projeto Coletivo Online, capacitação de jovens das classes C, D e E para o mercado de trabalho, Programa Reciclar pelo Brasil/Logística Reversa, no apoio às cooperativas de reciclagem com o incentivo a reciclagem de embalagens PET. A previsão para 2030 é que 100% das embalagens colocadas no mercado sejam recolhidas (logística reversa), além de aumentar a eficiência do consumo de recursos naturais: água e energia, reduzir a emissão de carbono, promover o desenvolvimento de embalagens sustentáveis e suportar a expansão e continuidade do negócio.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA