PALMAS

SOJA E MILHO

Estado e produtores rurais debatem impostos em busca de competitividade

Publicado em

Estado

Em reunião realizada nesta sexta-feira, 13, durante a 22ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2022), o governador  Wanderlei Barbosa e representantes da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado do Tocantins (Aprosoja), debateram questões tributárias. O Chefe do Executivo determinou que a Secretaria da Fazenda (Sefaz) realize estudos e procedimentos possíveis de serem aplicados em benefício da cadeia produtiva.

“Nós temos total interesse em analisar e discutir essa questão. É de grande importância para o Estado, pois queremos que os nossos produtos sejam cada vez mais competitivos no mercado nacional e internacional e que os nossos produtores possam gerar mais emprego para a nossa população”, afirmou o Governador.

Lei 3.677

Umas das pautas debatidas foi a Lei nº 3.677/2020, que possibilita a diminuição da tributação de 7% para 2% na comercialização interestadual do milho. A lei foi instituída, mas não foi regulamentada, e está de acordo com convênio firmado entre o Governo do Tocantins e o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

O presidente da Aprosoja, Maurício Buffon, apresentou as demandas para o governador Wanderlei Barbosa e secretários de Estado e reforçou a importância dessa abertura que a Gestão Estadual tem dado, ao receber a categoria para discutir essas pautas. “Nós temos aqui estados vizinhos que saem na nossa frente em relação a essa questão. Esperamos que o Governador olhe para essa questão para que haja um equilíbrio”, afirmou.

Leia Também:  Mulheres somam forças à corporação e falam do orgulho de ser bombeiras

Durante a reunião, o titular da Sefaz, Júlio Edstron, afirmou que o diálogo é muito importante e que o Governo é o principal interessado em atender a classe, e por isso está aberto no que for necessário para trazer melhorias para a produção de grãos e, consequentemente, para a arrecadação. “Temos interesse sim de harmonizar, de dar competitividade, não nos opomos à questão. Queremos resolver a situação dos produtores para que o Estado receba mais recursos”, assegurou.

Ao final, o governador Wanderlei Barbosa determinou que a Sefaz realize os estudos necessários com soluções práticas e possíveis para que o diálogo avance, resultando em melhorias para a cadeia produtiva.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estado

Governo do Tocantins assina Ordem de Serviço de R$ 46,9 milhões para restauração da Transcolinas

Publicados

em

O Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), assinou neste sábado, 21, a Ordem de Serviço para restruturação da TO-335, conhecida como Transcolinas, localizada no município de Colinas do Tocantins. Serão mais de 70 km de recapeamento asfáltico que mudarão a realidade da rodovia estadual.

Durante a cerimônia de assinatura, o governador Wanderlei Barbosa destacou que a restauração vai garantir um melhor fluxo na TO-335 facilitando o trânsito de moradores e produtores rurais. “A TO-335 é uma prioridade; no período da colheita o fluxo fica muito intenso e para escoamento da produção agropecuária essa via é muito importante. Assim, essa obra vai facilitar o tráfego dos veículos de passeio e de carga”, ressaltou o Governador.

A Ordem de Serviço é orçada em R$ 46,9 milhões e a rodovia passará por reciclagem e incorporação do asfalto velho para compor a nova base para reconstrução de uma nova capa asfáltica, bem como novos dispositivos de drenagem superficial para escoamento da água das chuvas pista.

O trecho da TO-335 que receberá as obras interliga Colinas e o entroncamento com a TO-010, em Palmeirante. Além disso, a via vai em direção ao Terminal da VLI e dá acesso à BR-153.

Leia Também:  Wanderlei destrava processos que visam melhorar a infraestrutura e alavancar a economia do Estado

O presidente da Ageto, Márcio Pinheiro, ressaltou que a Ordem de Serviço atende uma via de grande importância para a região. “Essa é a primeira Ordem de Serviço para restaurar vias e o Governo do Tocantins decidiu começar por Colinas. Estamos lutando para dar trafegabilidade para os condutores que passam pelo nosso Estado, utilizando recursos públicos para benefício de toda a população do Tocantins. Queremos que quem trafegue por nossas estradas sinta orgulho das vias tocantinenses”, afirmou Márcio Pinheiro.

O prefeito de Colinas, Dr. Kasarin, comemorou a assinatura da Ordem de Serviço e ressaltou que a recuperação da TO-335, vai valorizar e tranquilizar centenas de transportadoras e caminhoneiros que usam a rodovia para descarregar sua produção, proveniente de estados como Pará e Mato Grosso e que passam por Colinas, gerando mais emprego e renda para a cidade.

Participaram também da assinatura da Ordem de Serviço, em Colinas do Tocantins, prefeitos de cidades da região; gestores estaduais, empresários, deputados estaduais, federais e membros da comunidade.

TO-335 interliga Colinas a Palmeirante, além de outras cidades da região à BR-153 – Antonio Gonçalves/Governo do Tocantins

Leia Também:  Retorno às aulas a partir do dia 08 será gradativo e não será obrigatório

Ordem de Serviço é orçada em R$ 46,9 milhões e a rodovia passará por reciclagem e incorporação do asfalto velho para compor a nova base, reconstrução de uma nova capa asfáltica e novos dispositivos de drenagem superficial – Antonio Gonçalves/Governo do Tocantins

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA