PALMAS

PALMAS

Cine Cultura recebe o Festival Varilux de Cinema Francês 2022

Publicado em

PALMAS

Realizado de 23 de junho a 06 de julho em todo Brasil, o Festival Varilux de Cinema Francês chega a Palmas-TO na grande tela do Cine Cultura. O evento, que leva ao público o melhor da produção cinematográfica francesa, estreia nesta quinta-feira, 23, com os filmes ‘Esperando Bojangles’ e ‘Sentila do Sul’, às 15h e 17h30 respectivamente.

Nesta edição, o público poderá acompanhar os últimos trabalhos de François Ozon, Cédric Klapisch e Asghar Farhadi. Deste último, ‘Um Herói’ foi Grand Prix no Festival de Cannes 2021.

Entre outras obras premiadas na programação, o destaque fica para ‘O Acontecimento’ (Audrey Diwan), que conquistou o Leão de Ouro de melhor filme no Festival de Veneza 2021, e ‘Contratempos’ (Eric Gravel), com prêmios de melhor diretor e melhor atriz (Laure Calamy) também em Veneza.

“Os filmes da edição de 2022 apresentam aos espectadores uma visão de mundo sem dúvidas menos leve do que o habitual: a pandemia, a guerras às portas da Europa, as migrações forçadas, as ameaças ambientais, a ascensão dos extremos… Mas essa urgência os torna ainda mais ricos, mais relevantes, mais inspiradores”, destaca a Curadoria do Festival.

Leia Também:  Gestores municipais apresentam resultados do 1º Quadrimestre de 2022

“O Festival Varilux de Cinema Francês sempre demonstrou ser um ótimo meio para exibição de filmes que fogem do cenário comercial. Neste momento de retomada, gostaríamos de levar o melhor da produção francesa para o público palmense, além de cumprir nosso papel de formação de público e diversidade cinematográfica”, explica Elisângela Dantas, curadora do Cine Cultura.

Homenagem

De acordo com a Curadoria, este ano o Festival também destacará a figura tutelar do autor comprometido, Molière, com a exibição do clássico ‘Aventuras de Molière, de Laurent Tirard e Ariane Mnouchkine’, um filme cheio de humor, sátira inteligência e energia.

Toda programação do festival está disponível no site: https://variluxcinefrances.com/2022/

Ingressos

Os ingressos já podem ser adquiridos na Fundação Cultural de Palmas e no Cine Cultura Palmas, localizados no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho.

R$15,00 inteira e R$7,50 meia-entrada.

Informações: 3212-7308/7307.

Programação:

Quinta:23/06/2022

08h30- Cine Debate UFT

Estou Me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar

13h30- A Viagem de Pedro, Laís Bodanzky

15h – Esperando Bojangles,

17h30– Sentinela do Sul

Leia Também:  Palmas confirma quatro casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

19h30 – Pureza

22h – Amigo Secreto

Sexta: 24/06/2022

13h30– A Viagem de Pedro

15h – O Mundo de Ontem

17h – O Destino de Haffmann

19h30 – Medida Provisória

22h– Amigo Secreto

Sábado: 25/06/2022

12h30– A Viagem de Pedro, Laís Bodanzky

14h30 – Peter Von Kant

16h30 – Contratempos

18h30 – O Próximo Passo

20h40 – Ilusões Perdidas

Domingo:26/06/2022

10h – Ilusões Perdidas

12h30- A Viagem de Pedro, Laís Bodanzky

15h – Um Pequeno Grande Plano

16h30 – As Aventuras de Molière

19h -Entre Rosas

21h – Amigo Secreto

Segunda: 27/06/2022

13h30 – Amigo Secreto

16h30 – O Acontecimento

18h35- Um Herói

21h- A Viagem de Pedro, Laís Bodanzky

Terça: 28/06/2022

13h30 – Amigo Secreto

15h – Um Pequeno Grande Plano

16h30 – Querida Léa

18h35 – Contratempos

20h20 – A Viagem de Pedro, Laís Bodanzky

Quarta: 29/06/2022

14h30 – Jovens Amantes

16h50 – O Segredo de Madeleine Collins

18h35 -O Acontecimento

20h50 – A Viagem de Pedro, Laís Bodanzky

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PALMAS

Prevenção de queimadas em Palmas já cumpre decreto do Governo Federal

Publicados

em

Palmas deve intensificar suas ações de combate às queimadas e seguir o Decreto 11.100/2022 (https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2022/decreto/d11100.htm), do Governo Federal, publicado nesta quarta-feira, 22, no Diário Oficial da União. Conforme previsto na legislação, ficam suspensas as permissões para uso do fogo em todo o território nacional, pelo prazo de 120 dias, contados a partir da publicação da lei, prática que já vem sendo adotada por Palmas, que tem a ambição de minimizar os efeitos do fogoi no meio ambiente local.

Vale destacar, que o período mais crítico para queimadas, em Palmas, se dá entre os meses de julho a outubro, que também é o mais seco do ano. A medida normalmente é adotada todo ano quando tem início o período de seca, de forma a prevenir os incêndios. Este trabalho é coordenador pelo Comitê Municipal de Prevenção e Combate às Queimadas (PrevIncêndio), órgão executivo vinculado à Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) e Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), por meio da Defesa Civil, que juntas têm a tarefa de prevenir a ocorrência de incêndios florestais e urbanos na Capital.

Leia Também:  Palmas tem 1.886 pessoas com credencial especial para estacionamento

Mesmo suspendendo as permissões para uso do fogo, o decreto presidencial prevê algumas exceções, a exemplo das práticas de prevenção e combate a incêndios realizados ou supervisionados por instituições públicas responsáveis pela prevenção e pelo combate aos incêndios florestais; práticas de agricultura de subsistência executadas pelas populações tradicionais e indígenas; atividades de pesquisa científica realizadas por Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação; controle fitossanitário por uso do fogo, desde que autorizado pelo órgão ambiental competente, dentre outros.

Em Palmas
Além do trabalho de prevenção, controle e combate a queimadas, desde 2021 o Município vem adotando a recuperação das áreas degradadas pelo fogo, logo após o período seco, com o plantio de árvores de espécies nativas, para recomposição da fauna original.

Os trabalhos de conscientização e sensibilização da população também são iniciados bem no início do período seco, especialmente com palestras em escolas, comunidades rurais e outros setores ligados às atividades agropastoris.

Palmas também conta com uma brigada de combate e controle de incêndios rurais e urbanos, ligada à Superintendência de Defesa Civil e que trabalha em parceria com os órgãos ambientais, do Município, Estado e Federal, Guarda Metropolitana Ambiental, Corpo de Bombeiros, dentre outros.

Leia Também:  Com aterro concluído, começa etapa de terraplanagem da NS-03

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

POLÍTICA

POLÍCIA

MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA